Breaking News

Crimes Que Entraram para a História: Selena Quintanilla Pérez (Mexico)

Selena Quintanilla-Pérez estava no auge de sua carreira quando, foi assassinada pela enfermeira Yolanda Saldívar, presidente de seu fã-clube
Selena Quintanilla-Pérez estava no auge de sua carreira quando, no dia 30 de abril de 1995, foi assassinada pela enfermeira Yolanda Saldívar, presidente de seu fã-clube. A cantora tinha apenas 23 anos

Selena Quintanilla-Pérez estava no auge de sua carreira quando, no dia 30 de abril de 1995, foi assassinada pela enfermeira Yolanda Saldívar, presidente de seu fã-clube. A cantora tinha apenas 23 anos e havia acabado de gravar Dreaming of You, seu primeiro disco em inglês.
Selena começou a cantar aos 9 anos, com o grupo Selena y Los Dynos. Mais tarde, sua família trocou o México por Corpus Christi, no Texas. A carreira começou a decolar em 1986, quando ganhou o prêmio de melhor vocalista no Texano Music Awards com seu álbum Alpha. Em 1988, conhece o guitarrista Chris Perez, com quem se casa em 1992. A consagração vem dois anos depois. Ela leva o Grammy pelo álbum Selena Live!.
O sucesso na música era pouco. Ela resolveu abrir a Selena Boutique & Salon, no Texas. A diretora era Yolanda, que vira grande amiga da cantora, mas se torna incoveniente, pois reclamava quando não era citada por Selena em entrevistas e mentia sobre a cantora. A gota d’água foi a descoberta de que ela fraudava documentos. A cantora resolveu despedi-la, no hotel onde Yolanda estava hospedada. Conversou com a enfermeira, pegou papéis, partiu, mas teve de voltar, pois faltavam documentos. Ao chegar, foi recebida a tiros pela presidente de seu fã-clube. Ferida, Selena ainda conseguiu correr pelos corredores do hotel com Yolanda atrás aos gritos de “bitch” (vadia). Levada ao hospital, precisava de uma transfusão de sangue, mas seu pai, testemunha de Jeová, não permitiu. A cantora morreu minutos depois. Yolanda Saldivar foi condenada a prisão perpétua com possibilidade de cumprir em regime aberto após 30 anos.

A morte de Selena causou um grande impacto nos Estados Unidos. Redes de televisão pararam completamente suas programações para noticiarem notícias sobre a morte da “Madonna Mexicana”. Rádios tocavam suas músicas sem parar. A morte foi capa do The New York Times por dois dias seguidos. Artistas do porte de Madonna, Julio Inglesas e Gloria Estefan apareceram na imprensa para manifestarem suas condolências.
Catorze dias após a morte de Selena, George W. Bush, governador do Texas na época do assassinato, instituiu o dia 16 de abril (dia do nascimento de Selena) como o Dia da Selena no Texas.

Legado

Selena foi a primeira cantora de música latina a ter um álbum (Dreaming of You) mais vendido na Billboard. No dia do seu lançamento, o álbum vendeu 175 mil cópias, um recorde na história da música, perdendo o posto pouco tempo depois quando Michael Jackson lançou seu álbum HIstory. Ainda assim é um recorde para uma cantora feminina. O álbum está na posição 75 dos mais vendidos pela BMG, à frente de discos como Ray Of Ligh (Madonna), Music Box e Rainbow (Mariah Carey), HIstory e Dangerous (Michael Jackson), Britney (Britney Spears), dentre outros.
Em 1995 Selena foi incluída no Hall da Fama da Música Latina.


Nome: Selena Quintanilla Pérez
Conhecida como: Selena
Nascimento: 16 de abril de 1971. Lake Jackson, Texas. Estados Unidos
Morte: 31 de Março de 1995 (23 anos). Corpus Christi, Texas. Estados Unidos
Causa da Morte: Falência cardíaca devido ao sangramento interno causado por disparo de arma de fogo
Gêneros: Pop Espanhol, Pop Latino, R&B, Pop
Anos Ativa: 1982 a 1995
Crimes Historicos - Yolanda Saldivar
Nome: Yolanda Saldívar
Nascimento: 19 de Setembro de 1960. Jiménez, Tamaulipas. Mexico
Ocupação: Presidente do Fan Clube Oficial de Selena Quintanilla-Pérez e Gerente da loja Selena Boutique & Salon
Acusação: Assassinato em Primeiro Grau
Crime: Réu confessa do assassinato de Selena Quintanilla-Pérez
Condenação: 30 de Outubro de 1995. Houston, Texas. Estados Unidos
Pena: Prisão Perpétua com Possibilidade de Sair da Prisão em 2025
Situação: Presa. Gatesville, Texas. Estados Unidos
“Foi uma injustiça !” (Yolanda Saldivar sobre sua condenação pela morte de Selena Quintanilla-Pérez)