Breaking News

Goiana que gravou vídeo dizendo que 'odeia gente gorda' pede desculpas

Essa não era a minha intenção, eu não quero causar transtorno para ninguém", afirmou Silmarley Tomazini, de Pires do Rio

Silmarley Tomazini, esposa do industriário Giuliano Tomazini, de Pires do Rio, pediu desculpas nesta sexta-feira (19) por um vídeo no qual aparece dizendo que "odeia gente gorda". As imagens, publicadas no Stories do Instagram dela, causaram polêmica e revolta e rapidamente se espalharam por grupos de aplicativos de troca de mensagens e pelas redes sociais. 
Ela começa a sequência de vídeos contando que estava estacionando o carro quando "uma gorda entrou na minha frente". 
"A gorda pegou a minha vaga. Eu odeio gorda, odeio, odeio gente gorda, não gosto, por isso que eu odeio. Só abaixo de 55kg que pode", afirmou.
Por telefone, Silmarley contou ao O POPULAR que foi mal interpretada e pediu desculpas àqueles que se ofenderam. 
"Essa não era a minha intenção, eu não quero causar transtorno para ninguém. Foi uma brincadeira de mal gosto, desculpem. Eu estava brincando e fui mal interpretada. Foi uma brincadeira de mal gosto", explicou a mulher, que também divulgou nota de esclarecimento.

Confira a nota na íntegra:

"Olhem, eu fiz uma "brincadeira" entre amigas e levaram para o lado negativo e maldoso. Todos que me conhecem sabem que brinco e faço graça, assim como os comediantes que fazem as pessoas rirem falando e usando nomes engraçados. 
Eu fiz o vídeo brincando com uma amiga após o ocorrido no trânsito. Eu estava com meu filho, de 12 anos, e me encontrava atrasada para levá-lo ao médico. Foi quando eu sinalizei informando que iria entrar na vaga e uma pessoa passou à frente. 
Quem já não perdeu a cabeça no stress da vida e no trânsito? Sabemos que é complicado dirigir com  horário marcado numa cidade grande. Foi um momento de stress e foi com esse cenário que acabei publicando o referido e mal fadado vídeo. 
Me arrependo, pois não fui criada para isso. Todos que me conhecem sabem que é longe de mim ofender ou ter preconceito contra alguém, seja quem for. 
Tenho religião e creio na união e amizade entre as pessoas, conheço e reconheço o direito e a beleza das diferenças entre o ser humano, sei bem que tipo físico, cor, crença, sexualidade não definem pessoas, o que nos define é o amor que carregamos no coração. 
Repito, foi uma brincadeira, assim como chamo, carinhosamente, muitos que convivo e dou apelidos, assim como eles também me apelidam e sempre possuem a liberdade de brincarem comigo.
Redes sociais são mesmo um desastre!!!! Não tive intenção de ofender ninguém, se ofendi, peço desculpas àqueles que se sentiram ofendidos, pois é assim com clima de união familiar que brinco e carinhosamente chamo minha mãe,meu irmão e minhas amigas de "gordinhos". 
É uma pena eu ter sido tão mal interpretada, mas DEUS conhece meu coração e sabe que jamais ofenderia alguém, ainda mais por um motivo tão torpe. 
Agora, o vídeo foi postado numa rede fechada (meu Instagran privado), onde somente meus amigos seguiam minhas brincadeiras e tinham acesso a vídeos, porém pessoas que, sabe-se lá por quais motivos, não gostam de mim, usaram o ocorrido para destilar maldade e ódio. 
Entrego nas mãos de DEUS! 
Todos brincam, têm livre arbítrio mas não julgo e nem condeno ninguém.