Breaking News

Prefeito de Ouvidor, Onofre Galdino (PMDB), cassado por abuso de poder econômico em duas ações


O Blog do Badiinho traz em primeira mão, a notícia da cassação do prefeito e vice da vizinha cidade de Ouvidor, Onofre Galdino e seu vice, Nelson Manoel, ambos pertencentes ao PMDB.
Além de acatar o pedido de afastamento de seus respectivos mandatos, tanto Onofre como Nelson Manoel terão que pagar multa no valor de R$ 53.205,00, ficando inelegíveis pelos próximos oito anos.
A decisão foi proferida na tarde desta quinta-feira (25), pelo Juiz da 8ª Zona Eleitoral, Marcus Vinicius Ayres Barreto.

Leiam a parte final da decisão

Dr Marcus Vinicius cassa os prefeitos de Ouvidor e Davinópolis e torna o ex prefeito de Catalão Jardel Sebba e seu vice Luciano Costa inelegíveis por 8 anos

Pela nova lei eleitoral, gestores permanecem no cargo até julgamento de colegiado 

Prefeitos dizem que vão recorrer de decisões 

O juiz eleitoral da 8ª Zona Eleitoral Dr. Marcus Vinicius Aires Barreto acatou procedência relativos aos processos existentes contra os prefeitos e vices: Onofre Galdino Pereira Junior e Nelson Manoel da Silva – Coligação Ouvidor Não Pode Parar – PMDB e aliados (Ouvidor) e Robson Luiz da Silva Gomes e Roni Felix Rodovalho – Davinópolis Levado a Sério – PR/PSDB (Davinópolis) e condenou também o candidato derrotado ex-prefeito de Catalão, Jardel Sebba (PSDB) e seu vice Luciano Costa (PSB) inelegíveis por 8 anos. 
O juiz Dr. Marcus Vinicius Aires Barreto da 8ª Zona Eleitoral de Catalão, entendeu como procedente a denúncia das Coligações Adversarias de prática de conduta vedada, abuso de poder político e econômico em Catalão, Davinópolis e Ouvidor. 
Em outra decisão, Barreto tornou inelegível o ex-prefeito de Catalão e ex-presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Jardel Sebba (PSDB). Sebba foi prefeito no município do sudeste de 2012 até 2016, sendo derrotado na tentativa de reeleição por Adib Elias Junior (PMDB). A 8ª Zona Eleitoral de Catalão abriga, além da cidade em seu nome, os municípios de Três Ranchos, Ouvidor e Davinópolis.
Na oportunidade Dr. Marcus Vinicius Aires Barreto julgou improcedente uma das ações que havia contra o prefeito de Três Ranchos Hugo Deleon de Carvalho Costa (PSDB) e seu vice Milson Mendes Santana (PSD), restando uma outra em analise a ser julgada.  
Diante a reforma eleitoral ocorrida em 2015, não são afastados dos cargos, nos termos do art. 257, § 2º do Código Eleitoral.

Entramos em contato com as assessorias jurídicas dos prefeitos, os mesmos informaram que não foram cientificados da decisão e que vão recorrer ao TRE e TSE. Quanto ao ex-prefeito de Catalão Jardel Sebba (PSDB), não localizamos para comentar o caso.