Breaking News

Homem encapuzado atribui a execução ao próprio PCC


Homem encapuzado atribui a execução ao próprio PCC


A guerra entre facções em Campo Grande já era apontava como causa da morte do jovem encontrado esquartejado na ultima quarta-feira (16). Dois vídeos que passaram a circular na internet nesta quinta-feira (17) reforçam a suspeita de que Fernando Nascimento dos Santos, de 22 anos, possa ter “traído” a facção criminosa e sido morto em acerto de contas do PCC (Primeiro Comando da Capital). No primeiro vídeo, Fernando é filmado pedindo desculpa à facção e, no segundo, aparece sendo degolado por um homem encapuzado.

O primeiro vídeo inicia com Fernando dizendo “peço desculpa a todo o primeiro comando da Capital” e encerra quando o jovem faz referência ao código 1533, “é nois, tamo junto (sic)”. Na segunda gravação, um homem encapuzado atribui a execução ao próprio PCC e inicia degolando o jovem. As imagens reforçam a suspeita de que o jovem possa ter “traído” a facção.

A guerra entre facções em Campo Grande já era suspeita da causa da morte do jovem encontrado esquartejado. O corpo foi deixado pelos autores do crime nas margens de uma estrada vicinal, que que liga a Rua Engenheiro Paulo Frontim ao Macroanel, no Los Angeles, na ultima quarta-feira (16).

A vítima foi encontrada decapitada e desmembrada. Além disso, o homem também teve o coração retirado do corpo. Em princípio, a perícia esteve no local e não encontrou qualquer identificação com a vítima. O corpo foi enviado ao Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal), onde passará por exames.

A crueldade do crime chamou atenção dos policiais que atenderam a ocorrência. Segundo eles, a suspeita era de que o rapaz fosse vítima de um acerto de contas entre facções, o PCC (Primeiro Comando da Capital) e o Comando Vermelho. “Em 20 anos de polícia nunca tinha visto algo semelhante aqui em Campo Grande”, afirmou o tenente Arédio, oficial ronda do 10º Batalhão da Polícia Militar.