Breaking News

Lei Rouanet: onde foi parar quase 1 bilhão de reais?


Levantamento mostra que milhares de projetos culturais que se beneficiaram dos incentivos fiscais estão sob investigação.

Do grupo beneficiado pela Lei Rouanet com contas em aberto fazem parte artistas conhecidos, como a cantora Claudia Leitte, que recebeu ordem do MinC para restituir integralmente o valor de 1,2 milhão de reais captado para uma turnê em 2013 

Principal fonte de recursos para a cultura no Brasil, a Lei Rouanet, que concede incentivos fiscais a empresas que patrocinam iniciativas culturais, tornou-se uma peça essencial na divulgação das artes e da literatura. Em seus 26 anos de existência, ela beneficiou mais de 50 000 projetos, e isso é ótimo. Ruim é a contabilidade do negócio: um número significativo de relatórios de prestações de contas enviados ao Ministério da Cultura contém, no mínimo, imprecisões, e, com frequência, desvios.
VEJA dedicou três meses a esmiuçar, no portal de transparência do ministério, os casos de iniciativas que se valeram da Lei Rouanet e apresentam incongruências não resolvidas. O levantamento apontou 2 400 projetos com irregularidades que somam exatos 934 milhões de reais — daria para erguer mais de 15 000 casas populares.