Breaking News

É penta! Nos pênaltis, Cruzeiro bate o Flamengo e conquista a Copa do Brasil 2017




Equipes ficam no 0 a 0 no tempo normal, e Diego é o único a desperdiçar uma cobrança na disputa. Thiago Neves escorrega, mas converte a decisiva


DESTAQUE
HAJA CORAÇÃO!
O gol não saiu no tempo normal, mas o grito entalado na garganta do torcedor cruzeirense foi solto no fim da disputa por pênaltis no Mineirão: o Cruzeiro fez 5 a 3 e pode comemorar o pentacampeonato da Copa do Brasil! Em um jogo com poucas chances claras, a decisão foi para a marca da cal. Diego desperdiçou para o Flamengo, e Thiago Neves, mesmo escorregando, converteu a cobrança decisiva para dar início a festa em Belo Horizonte!

Copa do Brasil: Fábio pega pênalti e Cruzeiro é campeão

Após empate sem gols, Cruzeiro converteu todas as cobranças de pênalti e foi campeão graças à defesa do goleiro


O Cruzeiro conquistou seu quinto título na Copa do Brasil ao vencer, no Mineirão, o Flamengo nos pênaltis, por 5 a 3 após empate em 0 a 0 no tempo normal. Diego perdeu a única cobrança na disputa decisiva, graças a grande defesa do goleiro Fábio.
Logo com cinco minutos, o atacante Raniel, substituto de Rafael Sóbis se lesionou e foi substituído por De Arrascaeta. Um minuto depois, o Flamengo teve a melhor chance da primeira etapa, com uma cobrança de falta do atacantePaolo Guerrero, que bateu no travessão.

Flamengo era melhor, com mais posse de bola, mas o CruzeirorespondeuMuralha  com finalizações de De Arrascaeta e Thiago Neves, que foram para longe do gol, e equilibrou o primeiro tempo, que terminou sem gols.
A segunda etapa seguiu equilibrada e com menos chances claras de gol até os 32 minutos, quando Alex cortou um cruzamento de forma errada e De Arrascaeta, sozinho, cabeceou para fora. Aos 42 o Flamengo teve grande chance em contra-ataque, que terminou com grande jogada de Guerrero, que finalizou forte para defesa do goleiro Fábio.
Com o empate em 0 a 0, a decisão foi para os pênaltis. Fábio defendeu a terceira cobrança do Flamengo, em cobrança de Diego. Na última cobrança do Cruzeiro, mesmo escorregando, Thiago Neves cobrou no ângulo e garantiu o título do time mineiro, que já foi campeão em 1993, 1996, 2000 e 2003.