Breaking News

Ex-prefeito Nion Albernaz morre aos 87 anos, em Goiânia


Segundo familiares, ele sofreu uma parada cardíaca em casa.

O ex-prefeito de Goiânia Nion Albernaz, de 87 anos, morreu nesta quarta-feira (6), segundo informações de familiares. Ele morreu em decorrência de uma parada cardíaca, às 15h, dentro de casa, na capital. Nion já havia sido internado em julho deste ano, em decorrência de quedas na pressão, já que tinha problemas cardíacos. Na última ocasião, ele estava na fazenda que possui em Morrinhos, no sul de Goiás, foi socorrido por helicóptero do Grupo de Radiopatrulha Aérea da Polícia Militar (Graer) ao Hospital Neurológico da capital. Conforme nota divulgada, o corpo de Nion deve ser velado a partir das 22h desta quarta-feira no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia. O enterro está agendado para 10h desta quinta-feira (7), no Cemitério Santana. Carreira Nion foi prefeito de Goiânia por três vezes, entre 1983 e 1986, depois de 1989 e 1992 e pela terceira vez de 1997 a 2000. Ele ficou conhecido por ter investdo na arborização e planejamento urbano da capital. Ele começou a trajetória política como vereador, em Goiânia, quando eleito em 1957. Nion chegou a ser presidente da Câmara Municipal. O ex-prefeito também esteve à frente da Companhia de Habitação de Goiás e foi diretor-geral da Universidade Federal de Goiás (UFG). Luto O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), decretou luto oficial pela morte do ex-prefeito, cancelou as agendas desta quarta-feira no interior do estado. Por meio de redes sociais, ele lamentou a morte de Nion. Na publicação ele afirmou que Albernaz "foi um grande líder político e um ser humano generoso e de honradez única". O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), também lamentou o falecimento de Nion. Conforme nota divulgada, ele afirma que "os dois têm longa história juntos, marcada sempre por muito respeito recíproco e admiração mútua". O adminsitrador também decretou luto oficial de três dias na capital por causa da morte do colega. O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE-GO), Kennedy Trindade, também lamentou a morte do ex-prefeito nas redes sociais. Ele elogiou a gestão e Nion, afirmando que ele “foi exemplo de honradez e espírito público”. O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM), Joaqum de Castro, também lamentou a morte do ex-prefeito, estendendo os sentimento à família de Nion. O senador Ronaldo Caiado (DEM) lamentou a morte de Nion por meio de nota. O político ressaltou que o ex-prefeito foi “cativante, inteligente, ético, honesto, com grandes argumentos e de uma visão do que realmente era a política: atender única e exclusivamente a população”. Presidente do PSDB em Goiás, o deputado federal Giuseppe Vecci (PSDB) recordou a atuação política de Nion ao lamentar a morte dele. Vecci ressaltou que “, o professor Nion esteve à frente de seu tempo, com uma trajetória marcada pela conduta honrada, pelas causas sociais e defesa do povo”. O deputado federal Marcos Abrão (PPS) divulgou uma nota de pesar pelo falecimento do ex-prefeito de Goiânia. Em nota, o político elogiou a atuação de Nion na administração da capital.

VEJA MAIS
Laranja diz que comprou terreno a pedido da Odebrecht e confirma ligação com Instituto Lula