Breaking News

Homofobia: Estudante de jornalismo é agredido em Goiânia


Um estudante de jornalismo da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), Ton Paulo, foi vítima de homofobia na noite desta quinta-feira (31), no setor Universitário, em Goiânia. De acordo com os relatos do jovem de 24 anos, ele estava voltando para casa quando foi surpreendido por um homem, que deu um soco na cara do estudante.
“Eu estava voltando da faculdade, com um celular na mão e esse cara veio para meu rumo, já olhando fixamente para mim. Eu pensei que ele fosse pedir alguma informação. Eu até tirei o fone de ouvido e fiquei esperando. Do nada, ele me acertou um soco e começou a me xingar”, informou.
Segundo Ton Paulo, o homem gritava “viado, vou te quebrar no meio, seu bosta”. Com medo, o estudante ligou para a Polícia Militar do Estado de Goiás (PM-GO). Uma mulher que viu tudo de um prédio próximo, pediu para que o jovem entrasse no condomínio, como forma de proteção.
“Eu segui ele, falando com a Polícia. Ele percebeu e veio para meu lado de novo. Até que uma moça de um prédio, que viu tudo, pediu para eu entrar no prédio. Quando ele a viu, começou a ameaçar e gritar muito”, disse.
O boletim de ocorrência foi registrado na manhã desta sexta-feira (1º) no 8º Distrito Policial. O jovem é estagiário da deputada estadual Adriana Accorsi (PT). A assessoria de imprensa da petista informou que está prestando toda a assistência necessária ao rapaz.
Ao Diário de Goiás, o estudante disse: “Estou com medo de sair de casa. Eu estava andando ‘de boa’ na rua e, de repente, alguém me deu um soco gratuitamente. Foi violência gratuita, foi homofobia”, concluiu.