PEC que proíbe aborto em casos de estupro e anencefalia é aprovada na Câmara de Deputados - PALMELO NEWS

Breaking

domingo, 12 de novembro de 2017

PEC que proíbe aborto em casos de estupro e anencefalia é aprovada na Câmara de Deputados

Foram 18 votos a favor e 1 contra


A PEC 181/2015 apelidada de “Cavalo de Troia” foi aprovada na última quarta-feira (08/11) na Câmara dos Deputados. Foram 18 votos contra 1.
A Proposta de Emenda à Constituição determina que a vida começa desde a concepção.
Atualmente no Brasil o aborto não é considerado ilegal e é permitido nos seguintes casos: se houver ocorrência de estupro, se o feto for diagnosticado com anencefalia ou quando a gravidez oferece risco de vida a mulher.
Caso a PEC seja aprovada o aborto passa a ser considerado crime, mesmo nos casos descritos acima.
Além disso a proposta também aumenta os dias de licença gravidez nos casos de o bebê nascer prematuro.
O texto segue agora para o plenário e precisa de 308 votos a favor para seguir para o Senado.
O único voto registrado contra é o da deputada Erika Kokay (PT-DF), ela disse que se o número de parlamentares mulheres fosse maior, o resultado seria diferente.
“Incrível como se usam questões de interesse das mulheres sem respeitá-las. Não decidam por nós, não falem por nós, não legislem por nós”, disse.
Já o deputado Pastor Eurico (PHS-PE), que votou a favor da PEC disse que “Isso não tem a ver com religião, é uma posição! Nós somos contra esse assassinato em massa de inocentes.”
As informações são do site Folha de São Paulo.

Post Bottom Ad

Páginas