Breaking News

Servidora agride repórter e defende aumento para vereadores em MG

Reportagem anterior teria indisposto Alice Ribeiro com jornalista da Band; membros do legislativo de Uberlândia reajustaram os próprios salários em 20%

Alice Ribeiro, procuradora da Câmara Municipal de Uberlândia (MG), durante entrevista (Band/Reprodução)

O que era para ser uma entrevista sobre o aumento de 19,8% que os vereadoresde Uberlândia (MG) concederam a eles mesmos neste mês terminou na agressão a um repórter. Escalada para defender o reajuste, suspenso por uma liminar da Justiça, a procuradora da Câmara Alice Ribeiro partiu para cima do repórter Ricardo Martins, da afiliada da Band na região do triângulo mineiro, após ser questionada sobre a moralidade da medida.
“Se você acha a Constituição federal imoral é problema seu”, respondeu a procuradora. Martins questionou o porquê da reação agressiva de Alice especificamente contra ele. Na sequência, a procuradora o chamou de “capcioso”, retirou o microfone da sua mão e arremessou na mesa a sua frente.
O que era para ser uma entrevista sobre o aumento de 19,8% que os vereadores de Uberlândia (MG) concederam a eles mesmos neste mês terminou na agressão a um repórter. Escalada para defender o reajuste, suspenso por uma liminar da Justiça, a procuradora da Câmara Alice Ribeiro partiu para cima do repórter Ricardo Martins, da afiliada da Band na região do triângulo mineiro, após ser questionada sobre a moralidade da medida.
“Se você acha a Constituição federal imoral é problema seu”, respondeu a procuradora. Martins questionou o porquê da reação agressiva de Alice especificamente contra ele. Na sequência, a procuradora o chamou de “capcioso”, retirou o microfone da sua mão e arremessou na mesa a sua frente.