Breaking News

Brasil joga bem e vence Alemanha por 1 a 0 em Berlim

Gabriel Jesus marcou da vitória da seleção brasileira no amistoso, o último teste antes da convocação para a Copa do Mundo da Rússia


seleção brasileira passou no teste mais difícil antes da Copa do Mundo da Rússia. Mesmo sem o lesionado Neymar, e com o trauma da goleada por 7 a 1há quatro anos rondando o ambiente, a equipe dirigida por Tite jogou bem e venceu o amistoso contra a Alemanha por 1 a 0, diante de mais de 72.000 torcedores no Estádio Olímpico de Berlim, na tarde desta terça-feira. Gabriel Jesus, no primeiro tempo, marcou o gol da vitória do Brasil.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo 2018

A estratégia do técnico alemão Joachim Löw de poupar alguns titulares pode até ter tirado a pressão dos campeões mundiais, mas não diminui o mérito da seleção brasileira, que confirmou o bom momento e a condição de favorita ao título mundial – e ainda terá o retorno de Neymar na Rússia. Em um time bastante concentrado e eficiente, Thiago Silva, Philippe Coutinho, Paulinho e Willian se destacaram com momentos de maior inspiração.
Foi a primeira derrota da Alemanha desde a eliminação para a França na semifinal da Eurocopa de 2016. O time estava invicto havia 22 jogos  e perdeu a chance de igualar seu próprio recorde, de 23 partidas sem derrota. Já o Brasil chegou à 15ª vitória sob o comando de Tite, com mais três empates e apenas uma derrota.

Mudanças nos times

O técnico Tite, que pareceu emocionado na execução do hino nacional, apostou em um meio-campo mais forte, com Fernandinho ao lado de Casemiro e Paulinho mais solto. Na ausência de Neymar, Philippe Coutinho jogou bem aberto pela esquerda – e bem – com Gabriel Jesus no comando do ataque.
Já o técnico Joachim Löw, que fez mistério antes da partida, poupou Ter Stegen, Thomas Müller e Mesut Özil e apostou em um centroavante fixo, o veterano Mario Gomez, com os habilidosos Julian Draxler e Leroy Sané no apoio. Ele ainda fez testes em vários setores, apostando em um time bem jovem.

Jesus decide no primeiro tempo

O primeiro tempo foi equilibrado, com o Brasil com maior controle da bola e a Alemanha levando mais perigo em cruzamentos. O time campeão do mundo começou o jogo pressionando a saída de bola brasileira. Tecnicamente, Philippe Coutinho foi o diferencial da equipe brasileira. Fez jogadas de efeito, como um lindo drible por entre as pernas de Leon Goretzka, mas falhou nos passes finais.
A tensão natural do jogo foi diminuindo e o Brasil passou a ter o controle da bola, com Paulinho mais uma vez aparecendo na área adversária como boa opção, mas o time não conseguia finalizar contra o gol de Trapp, até Gabriel Jesus aparecer. Primeiro, o atacante do Manchester City perdeu uma chance clara, ao chutar por cima da meta, já dentro da área. Na jogada seguinte, porém, o Brasil roubou a bola, Willian cruzou com perfeição e Jesus, de cabeça, marcou, contando com a colaboração do goleiro do PSG, no fim do primeiro tempo.

Tranquilo, Brasil garante a vitória

No complemento, o Brasil seguiu bem, mais incisivo e jogando no campo da Alemanha. Aos 10 minutos, teve grande chance após roubo de bola, lindo corta-luz de Philippe Coutinho e chute de Willian na zaga; no rebote, Paulinho chutou forte e Trapp fez ótima defesa.
Diante da superioridade brasileira, Löw trocou Sané, Goretzka e Gomez por Julian Brandt, Lars Stindl e Sandro Wagner. Tite  também mexeu: Douglas Costa no lugar de Coutinho, e o cenário se manteve, com o time visitante controlando o jogo e o goleiro Alisson pouco acionado. Paulinho, muito participativo no jogo, ainda teve boa chance no fim, em chute de fora da área defendida por Trapp. A Alemanha abusou dos cruzamentos e ainda chegou com perigo com Draxler, em chute defendido com tranquilidade por Alisson.
Já com o time da Copa convocado, a seleção brasileira ainda fará dois amistosos, contra Croácia, em 3 de junho, na Inglaterra (cidade ainda não confirmada), e contra a Áustria, 10 de junho, em Viena. A estreia no Mundial será contra a Suíça, em 17 de junho, em Rostov.