Breaking News

Morte de Astori gera comoção na Europa; veja homenagens

Tragédia com capitão da Fiorentina causou adiamento da rodada na Itália e foi lamentada por clubes, atletas, treinadores e torcedores


trágica morte de Davide Astori, capitão da Fiorentina  com passagem pelaseleção italiana, abalou o domingo de futebol na Europa. O jogador de 31 anos foi encontrado morto no hotel onde a equipe se concentrava, em Udine, com suspeita de ataque cardíaco. Diante da tragédia, a liga italiana optou por adiar a rodada deste fim de semana.

Centenas de torcedores do clube de Florença foram até o estádio Artemio Franchi prestar homenagens e rezar por Astori. Clubes, jogadores e treinadores de todo o continente também lamentaram o ocorrido e contaram suas lembranças do atleta, respeitado por sua postura em campo.
O goleiro Gianluigi Buffon, capitão da seleção italiana, escreveu uma das mensagens mais tocantes.  “Ele era a melhor expressão de um mundo antigo, superado, em que valores como o altruísmo, a elegância, a educação e o respeito com todos os demais eram o mais importante”, escreveu Buffon em uma carta. “Parabéns, de verdade. Você foi uma das melhores figuras do esporte que já encontrei.”
O dono da Fiorentina, Andrea Della Valle, revelou que o contrato de Asrori seria renovado nesta semana e definiu o ocorrido como uma “tragédia imensa”.  “Estou orgulhoso por ter contado com Astori, por tê-lo conhecido bem. Tínhamos uma relação particular. Sentiremos saudades para sempre” disse o empresário à imprensa local.
O ex-jogador Francesco Totti disse não acreditar na morte de seu ex-companheiro. “Sacudido, incrédulo e sem palavras por esta tragédia. Estou perto da família e dos amigos de Davide Astori”, escreveu o ídolo da Roma, equipe defendida pelo zagueiro na temporada 2014/2015.
O treinador italiano Antonio Conte, do Chelsea, se esforçou para conter as lágrimas ao falar do assunto, após partida do clube inglês. “Era um rapaz fantástico, um grande jogador, mas especialmente uma pessoa fantástica. Estou ao lado de sua família neste momento. Ele tinha apenas 31 anos, é muito difícil…”, afirmou Conte, que foi treinador da Astori na seleção.
Na França, um ex-companheiro de Astori se revoltou com o fato de não ter havido homenagens ao atleta italiano antes da de uma partida. O goleiro romeno Cipriano Tatarusanu, do Nantes, jogou com Astori na Fiorentina, e reclamou após a partida contra o Olympique de Marselha. “Foi o pior dia da minha vida. E não houve sequer um minuto de silêncio pela morte de meu amigo Davide. É um escândalo, uma falta de respeito”, afirmou. O técnico do Nantes, o italiano Claudio Ranieri, foi ao campo com uma faixa preta no braço, em sinal de luto.
Confira, abaixo, outras homenagens a Davide Astori: