Breaking News

LULA ataca tudo e todos em discurso e diz vai se entregar

Em discurso, ex-presidente desafia procuradores e ‘asseclas’ e afirma que cumprirá ordem de prisão de Moro.


"Vou cumprir o mandado deles. Estou fazendo uma coisa muito consciente. Se dependesse da minha vontade, eu não iria. Eu vou porque não vão dizer amanhã que eu estou escondido, que eu estou foragido", disse Lula ao público em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABCconfirmando que vai se entregar à PF.

O ex-presidente fez discurso de quase uma hora, após missa em homenagem à sua mulher, Marisa Letícia, morta em 2017. Reafirmou inocência e reforçou críticas à imprensa e à Operação Lava Jato. "Eu sairei desta maior, mais forte, mais verdadeiro e inocente, porque quero provar que eles é que cometeram um crime político."


Sem citar sua pré-candidatura à Presidência, o petista convocou os militantes a se tornarem "novos Lulas" pelo País. "Não adianta eles acharem que vão fazer que eu pare. Eu não pararei, porque eu não sou um ser humano. Eu sou uma ideia", disse, aplaudido pela multidão. E terminou o discurso chamando ao seu lado os pré-candidatos do PSOL e do PC do B, Guilherme Boulos e Manuela D'Ávila, "jovens representantes da nova geração".

Lula permanece dentro do sindicato e acenou a apoiadores de uma das janelas. Ele deve deixar o local de carro daqui a pouco. Não está confirmado se pretende se dirigir à sede da PF em São Paulo ou ao Aeroporto de Congonhas, onde um avião da PF está desde ontem à noite.

Depois de ser transferido a Curitiba, um helicóptero deve levá-lo do Aeroporto Affonso Pena até a sede paranaense da PF.
Em discurso de mais de uma hora a uma multidão de apoiadores, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou que vai se entregar à Polícia Federal, cumprindo o decreto de prisão do juiz Sérigo Moro. "Vou cumprir o mandado deles. Estou fazendo uma coisa muito consciente. Se dependesse da minha vontade, eu não iria. Eu vou porque não vão dizer amanhã que eu estou escondido, que eu estou foragido", disse ele.