Breaking News

Acidente grave com ônibus escolar em Nerópolis deixa feridos e ao menos um morto

Segundo o Corpo de Bombeiros, veículo transportava 18 passageiros e caiu em um trecho em obras da GO-080.


Um acidente com um ônibus escolar na GO-080, em Nerópolis, deixou ao menos um morto, de 40 anos, e quatro feridos na manhã desta segunda-feira (7). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o veículo transportava 18 passageiros e caiu em um trecho interditado e em obras no sentido que saía de Damolândia com direção a Goiânia. O teste do bafômetro apontou que o condutor estava embriagado no momento do acidente.

As vítimas foram socorridas pela corporação, Samu e ambulância da Prefeitura de Nerópolis e encaminhadas para o Hospital Sagrado Coração, na cidade. Segundo o gerente de enfermagem da unidade, Eder Ribeiro, foram encaminhados para a unidade 18 pessoas que estavam no ônibus. Dessas, Adonias Antônio Fernandes morreu. Três pacientes foram encaminhados para Goiânia: duas para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira e um para o Hospital dos Acidentados.

O hospital não divulgou o nome dos pacientes transferidos e nem o estado de saúde deles. Os demais foram atendidos em Nerópolis com escoriações diversas e já receberam alta médica.

Adonias Antônio Fernandes trabalhava na área administrativa de uma empresa de eletrônicos. Ele pegava o ônibus diariamente em Damolândia às 5h30 e seguia até Nerópolis, de onde pegava um ônibus do transporte coletivo e seguia até a capital.

O veículo era condizido pelo motorista Maxiley Lifonso da Silva, de 47 anos. Após o acidente, ele foi levado para a delegacia de Nerópolis para prestar esclarecimentos.

A estudante Daniela oliveira, 32, é prima de um dos feridos, o auxiliar administrativo Patrick Duarte, 25. Segundo ela, diariamente o parente seguia no ônibus de Damolândia para Nerópolis e, de lá, seguia de transporte coletivo para Goiânia, onde trabalhava. Ela já conversou com a vítima, que está internada.

"Ele disse que não viu a hora do acidente, só sentiu a pancada quando caiu no buraco e todo mundo gritando. Ele sofreu escoriações na face e machucou o tornozelo, mas está fora de perigo", revela.

Adonias Antônio Fernandes morreu em acidente com ônibus escolar, em Nerópolis, Goiás (Foto: Arquivo Pessoal)

O secretário de Administração de Damolândia, Laurindo Araújo, informou que o ônibus era da prefeitura e transportava universitários para faculdades de Goiânia e alguns trabalhadores da cidade. Entretanto, ele ainda não conseguiu informar quantas pessoas estavam no veículo. O secretário explicou ainda que o veículo saiu às 5h30 e fazia o trajeto diariamente.

"O ônibus estava com tudo ok, em boas condições. O que aconteceu foi uma falta de sinalização na pista, que está em obras. Soubemos que teve um acidente na madrugada, um carro bateu em uma placa de sinalização e depois ficou sem nenhum aviso lá", explicou.

De acordo com o tenente Gustavo Pereira, cinco pessoas foram socorridas, sendo quatro homens - entre eles, o motorista - e uma mulher. Todos foram levados ao Hospital de Nerópolis. Um dos homens, que estava com quadro mais grave, não resistiu aos ferimentos e morreu. A identidade dele ainda não foi divulgada.

Já os outros feridos, conforme o bombeiros, tiveram fraturas e lesões diversas, mas não correm risco de morrer. Pereira afirmou que a corporação foi acionada por volta de 6h. Segundo ele, há a informação de que, minutos antes, ocorreu um outro acidente na pista, que está interditada para obras.

"A via está bem sinalizada, mas antes, um carro passou por ela e derrubou todos os cones de sinalização. O motorista do ônibus, provavelmente por conta da neblina no horário, não percebeu que havia a interdição e passou pelo local. Ao que parece, não houve imprudência", afirma.

A Agência Goiana de Trasportes e Obras (Agetop) informou que o trecho estava interditado desde sábado (5) para obras de prolongamento de um bueiro em uma das pistas duplicadas. O trânsito seguia por meio de desvio pela pista concluída.

O órgão afirmou ainda que o local estava devidamente sinalizado com placas de advertência e redução de velocidade, tambores refletivos e cones. A Agetop nega que tenha ocorrido um acidente anterior que quem atingiu a sinalização foi o condutor do ônibus. O veículo ainda circulou cerca de 200 metros até cair no buraco da obra.

GANHE DINHEIRO MINERANDO MOEDAS AQUI