Breaking News

Gilmar Mendes nega pedido para libertar ex-presidente Lula

Ministro publicou voto contra o recurso nesta quarta (10); Edson Fachin e Dias Toffoli também votaram contra a liberdade do petista.
O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), votou contra o recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para reverter a prisão do petista. 
A informação é da coluna da Andreza Matais, do jornal Estado de São Paulo.
Gilmar Mendes acompanhou o ministro-relator Edson Fachin e o ministro Dias Toffoli, formando a maioria contra a liberdade do ex-presidente. 
voto foi feito no plenário virtual do Supremo. Participam da votação eletrônica os cinco ministros da Segunda Turma do STF, colegiado composto por Celso de Mello, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Edson Fachin e Gilmar Mendes.
“Ante o exposto, reitero e ressalvo o meu posicionamento pessoal sobre a matéria, mas acompanho o eminente Relator em homenagem ao princípio da colegialidade, confirmando a decisão que negou seguimento à reclamação, sem prejuízo da apreciação de outros casos que eventualmente se coloquem à jurisdição desta Corte”, conclui o ministro.