Breaking News

Repórter de Sônia Abrão é atacada ao vivo em posto de gasolina

Jornalista Cíntia Lima, do programa A Tarde é Sua, da Rede TV!, teve o fone arrancado do ouvido por um consumidor que tentava comprar combustível

Uma repórter do programa A Tarde é Sua, da Rede TV!, atração comandada por Sônia Abrão, foi atacada enquanto fazia uma reportagem sobre a falta de combustíveis em São Paulo. A jornalista Cíntia Lima entrevistava consumidores que tentavam comprar gasolina quando foi hostilizada. 
O homem, primeiramente, disparou: "Você quer causar tumulto". As pessoas que estavam no posto começaram a gritar com a jornalista. Em seguida, ela teve o fone arrancado do ouvido pelo cliente do posto.

Minutos depois, já afastada da aglomeração que tomava o estabelecimento, Cíntia voltou ao ar e desafabou.
— Não entendi a reação das pessoas. A gente sabe que todo mundo deve estar com os nervos à flor da pele, mas nosso trabalho é dar a informação. Agora a gente se afastou, talvez dessa distância a gente se sinta mais seguro. Só para reforçar: pedi autorização, falei com frentistas, policiais... 
No estúdio, Sônia se mostrou indiginada com a atitude do homem.
— É pura informação que está sendo passada. É muita ignorância as pessoas encararem a imprensa como inimigos.
Em conversa com o R7, Cíntia afirmou que sentiu medo e falou sobre o papel da imprensa na prestação de serviço.
— A sensação que tenho de uma maneira geral é que a população está no limite, e a partir disso ela não consegue diferenciar nada. A imprensa acaba sendo hostilizada de uma maneira geral, como se nós estivéssemos do lado do governo. As pessoas estão misturando tudo. Eu não sabia, eu estava de costas (para o homem) quando ele veio e puxou o meu retorno de aúdio. Senti medo, continuei ao vivo tremendo da cabeça aos pés, mas, como jornalista, segui na cobertura.