Breaking News

7 coisas que você jamais deve fazer num hotel

Nada melhor do que se sentir em casa longe de casa, mas há limites para o que podemos ou não fazer em hotéis, seja por educação, higiene ou bom-senso
Quem não gosta de dormir numa boa cama de hotel?

Não precisa nem ser dos mais luxuosos, mas a verdade é que parece que há algo de diferente – e quase mágico – no ar quando dormimos em um quarto de hotel.

Talvez seja pelo que ele represente (quase sempre significa que estamos de férias e prestes a fazer coisas empolgantes), ou pelo cheiro diferente de nossa casa ou até mesmo pelos mimos que recebemos (cama sempre feita, quarto arrumadinho e, em alguns casos, tem até chocolatinho nos esperando no criado-mudo). Impossível não amar.

Mas, apesar de ser “nossa casa longe de casa”, há limites para o que podemos ou não fazer num quarto de hotel. Seja por educação, para evitar ter que ir para a cozinha do hotel lavar pratos para pagar a conta (exagero!) ou mesmo por higiene, há uma série de senões aos quais devemos ficar atentos quando nos hospedamos em um hotel. São eles:



1. Jamais esqueça de colocar o aviso “não perturbe”

Esta vale para quando estamos no quarto ou quando estamos ausentes e não queremos que ninguém entre em nosso “ninho”. Tem coisa mais desagradável do que ser surpreendido por uma camareira sem aviso? O.k., elas (quase) sempre batem na porta antes de entrar, mas às vezes é tão rápido que não temos tempo nem de entender o que está acontecendo. Quando você está vendo TV ou fazendo a mala no quarto o.k.. O problema é quando estamos tomando banho ou dormindo, por exemplo. Para evitar incômodos, sempre que chego a um quarto de hotel já saco minha plaquinha e ponho na porta. Ah, mas vale lembrar que se você for usar esse expediente quando estiver fora, é sempre bom tirar o aviso por algum tempo para que você não corra o risco de ficar com o quarto sujo o dia todo.

2. Jamais abuse do frigobar

A não ser que dinheiro não seja um problema para você, fique longe daquela geladeirinha mágica. Por que pagar três, quatro vezes o valor de uma água se você pode comprar sua própria garrafinha quando estiver na rua? Isso para não falar no preço dos chocolates, amendoins e, meu deus, das bebidas alcoólicas. Fique longe! E muita atenção se você quiser usar a geladeira para guardar suas próprias coisas porque alguns hotéis mais modernos têm sensores no frigobar e basta você tirar uma latinha do lugar para ser cobrado por ela. Sei disso porque até hoje espero o reembolso de um hotel por ter “cometido esse crime” .

3. Jamais deixe objetos de valor ‘largados’

Não quero acusar ninguém de nada, peloamor. Mas dizem que a ocasião faz o ladrão. Então pra que correr o risco desnecessariamente? Evite dores de cabeça e sempre deixe seus objetos de valor, joias e dinheiro guardados no cofre ou mesmo dentro da mala. Eu geralmente coloco minhas coisas na mala e tranco com o cadeado. Vale para computadores, tablets, passaportes e afins.

4. Jamais abra a porta sem ver quem é

Pode parecer óbvio, mas não é. Se estamos em casa, jamais abrimos a porta sem dar uma espiadinha no olho mágico. Mas basta estarmos em um hotel para nos esquecermos desse “detalhe”. Mesmo que você esteja esperando o serviço de quarto ou pedido um jogo a mais de toalhas, sempre confira quem está batendo à sua porta. Por mais seguro que seu hotel seja, nunca se sabe quem passa pelos corredores ou se hospeda no quarto ao lado…



5. Jamais coloque suas coisas direto na bancada do banheiro

Se você tem mania de entrar no banheiro do hotel e colocar todos os itens de seu nécessaire direto na bancada, é melhor pensar duas vezes antes de fazer isso. Segundo uma pesquisa do site TravelMath, elas são uns dos locais mais sujos de hotéis. Ou seja, melhor colocar em cima de uma toalha, manter no próprio nécessaire ou passar um lencinho daqueles antibacterianos. O mesmo vale para o “inofensivo” controle remoto da televisão…

6. Jamais cozinhe se não houver cozinha

Não invente de cozinhar macarrão instantâneo na chaleira elétrica ou esquentar o pão com o ferro de passar roupa se seu quarto de hotel não for equipado com uma cozinha. Você pode não só causar um acidente como ainda ser multado por estragar propriedades do hotel. Há várias opções se você quiser evitar o serviço caríssimo de quarto: peça um delivery, traga algo pronto para o quarto ou ligue para a cozinha do hotel e peça ajuda para esquentar o pão ou cozinhar seu miojo. O máximo que pode acontecer é eles dizerem que não podem te ajudar.



7. Jamais use a varanda ou janela como varal

Pode até ser engraçado ver aquelas roupas todas penduradas nas janelas em Nápoles, mas nada de repetir a ideia em seu quarto de hotel. Tá, entendo que você tenha sujado aquela roupa que tanto quer usar e que não queira pagar os olhos da cara para lavar no hotel. Mas nada de pendurar para fora do quarto. Que tal usar o box do banheiro para isso? Muitos hotéis, inclusive, têm varais retráteis dentro da banheira para que você possa estender suas roupas.