Breaking News

Latino tem prisão decretada mais uma vez por dever 6 meses de pensão alimentícia

Segundo os advogados de Jack, Dr. Carlos Faller e Dr. Carlos Leal, Latino deve os meses de janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho e julho deste ano. A lei diz que com três meses de atraso na pensão, o provedor pode ir preso.
Latino também foi intimado no dia 8 de maio pela delegada Juliana Emerique, titular da Dcav (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima), a prestar esclarecimentos e não compareceu. Por conta disso, ele também corre o risco de ser preso a qualquer momento por desobediência.
Procurado pelo EXTRA, o advogado de Latino, Dr. José Marcos Gomes Junior, disse que não tem notícia de uma ordem de prisão e explicou que existe uma divergência em relação aos valores cobrados pela pensão alimentícia.
"Ela (a mãe da criança) entende que tem um crédito a receber e entrou com um recurso, já que o juiz não autorizou a inclusão de juros nas verbas, e isso está sendo um objeto de discussão no processo. Quanto à ordem de prisão, não temos notícia", disse.
Latino só teve contato com Matheus pouquíssimas vezes, aos quatro meses de vida, e, no último Dia dos Pais, quando o cantor levou o menino e a filha, Suzana, da relação com a cantora Kelly Key, ao cinema. Na época, o cantor e a ex deram uma trégua na batalha judicial que se arrasta desde o nascimento do menino.
O cantor chegou a agradecer a mãe do seu filho por permitir a reaproximação dele com a criança. “Mais um presente de Deus para esse Natal. Obrigado, Jack, por nos proporcionar esse encontro. Sem palavras!”, postou ele na legenda da imagem com Matheus.