Breaking News

Proprietários rurais são multados em mais de R$ 1 milhão por extração ilegal de madeira em Goiás

Desmatamento chegou a ser praticado em reservas ambientais, segundo Ibama

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) aplicou multas, que totalizam mais de R$ 1 milhão, a fazendeiros que foram flagrados retirando madeira de forma ilegal dentro de reservas de proteção,  nos município de São Miguel do Araguaia, Nova Crixás, Mundo Novo, Bonópolis e Novo Planalto.

Segundo o órgão, as autuações foram aplicadas a partir do último dia 25 de junho, durante a “Operação Desmatamento”, realizada em parceira com o Batalhão Ambiental da Polícia Militar, que fiscalizou 49 propriedades.

Ao todo, cerca de 30 proprietários rurais, que não tinham autorização para retirada das árvores, foram identificados e multados pela prática ilegal. Levantamentos feitos por imagens de satélite constaram 30 pontos de desmatamento na região, que totalizam 765 hectares de extração irregular de madeira. Desses, 88 pertencem a reservas legais e Áreas de Preservação Permanente (APPs), conforme os fiscais.
Além das autuações, o instituto também apreendeu quatro tratores de esteira, dois tratores de lâmina, uma escavadeira, duas motosserras e dois correntões, bem como 3.750 estacas de madeira Acapu.
O Ibama informou que a partir de setembro, outras 128 propriedades passarão por fiscalização.