Breaking News

Polícia encontra cães dentro de potes de vidro em casa abandonada pelo dono

'Chorei quando vi', diz protetora 
Polícia já identificou dono do imóvel, mas ele ainda não foi localizado. Na casa também havia um cão e oito pássaros mortos




A Polícia Civil de Uchoa (SP) encontrou dois cachorros mortos dentro de potes de vidro em uma casa que foi abandonada pelo dono. No mesmo imóvel também foram encontrados mortos, no último domingo (5), um cachorro e oito pássaros, todos com sinais de maus-tratos. O dono do imóvel já foi identificado, mas ainda é procurado pela polícia. Ele pode ser multado em cerca de R$ 60 mil. A protetora de animais da cidade Lilian Luís Pereira Pissolati, que resgatou os cães que sobreviveram, disse que nunca viu uma cena tão horrível. “Chorei quando vi os cachorros no pote, me lembrei de uma cadela da mesma raça que tinha. Eu vi que não tinha ferimentos, comecei a procurar, não tinha ferimento, não sei se morreu naturalmente”, diz a protetora. 

A Polícia Civil vai investigar porque os animais foram encontrados nessa situação. “Nos potes havia cachorros mortos em uma solução de álcool, tipo uma conserva. Não sabemos dizer se eles foram encontrados mortos e depois colocados nos potes. Tudo será apurado”, diz o delegado Roberval Costa Macedo, em entrevista ao G1. De acordo com as informações da Polícia Militar Ambiental de São José do Rio Preto (SP), que atendeu a ocorrência, os vizinhos do imóvel acionaram a PM devido ao barulho dos cachorros. Ao chegar ao local, os policiais localizaram cães e pássaros que foram abandonados pelo dono. Ele teria alugado a casa por três meses, mas teria ido embora para São Paulo. Adoção Ainda segundo a PM, cinco cães foram encontrados na casa, mas um deles estava morto. Dentro do imóvel havia gaiolas e oito pássaros mortos. “Você pensa que os animais morreram de fome e sede é pior ainda saber, pássaros presos na gaiola com fome e sede”, afirma a protetora. Ela conta que uma cadelinha que foi resgatada já tem um novo dono. Outros dois cães estão em um lar provisório e o último está disponívelpara adoção. “Ele já está apto para ser adotado, vamos ser se alguém se interessa. Ele está sendo bem cuidado até achar um novo lar”, diz.