Breaking News

Mulher morta em casa com 10 tiros havia gravado vídeo anunciando saída de facção


Conhecida como Karka Sereia, ela dizia em vídeo que ia seguir “uma vida com Cristo”. 

Ela foi morta a tiros dentro de sua residência nessa quarta-feira, 31 Karla Claudiana de Amorim Cabral, 32 anos, foi assassinada a tiros dentro de sua própria residência no bairro Ellery. Homens armados teriam pulado o muro da casa da mulher e efetuado disparos de arma de fogo contra ela. As informações são da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Conhecida como Karla Sereia nas redes sociais, a vítima aparece em vídeo que circula na Internet segurando uma Bíblia e dizendo que vai abandonar a facção criminosa Comando Vermelho para seguir vida religiosa. “Meu nome é Karla, vulgo ex-sereia. Venho aqui entregar minha camisa do Comando Vermelho pra seguir uma vida com cristo ao lado das minhas filhas e da minha família. Espero que vocês tenha a oportunidade que eu estou tendo de estar na presença do senhor”, diz nas imagens. De acordo com a SSPDS, a vítima já respondia na Justiça por receptação, tráfico de drogas e associação para o tráfico. O crime aconteceu na rua Doutor Atualpa na noite dessa quarta-feira, 31. Policiais militares realizaram diligências na região para tentar localizar os criminosos mas não conseguiram encontrar os suspeitos. O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também estiveram no local.