Breaking News

Jovem é sequestrada em Goiás e encontrada morta no DF

Mulher contou que Paula Fernanda Barbosa Ferreira, 19, comemorava ida do filho mais velho para escola. Duas pessoas foram presas suspeitas do crime.


A mãe de Paula Fernanda Barbosa Ferreira, de 19 anos, encontrada morta às margens de um córrego no Distrito Federal, afirmou que antes de ser sequestrada e assassinada estava feliz pelo fato do filho mais velho estar indo para a escola, em Planaltina, cidade goiana do entorno da capital federal. Selma Barbosa contou que foi trancada no banheiro e, quando saiu, não viu mais a filha. “Quando nós saímos do banheiro, nós já não estávamos mais com ela. Fomos procurá-la, mas nós não achamos, não deixou vestígios. Nós não escutamos barulho de carro, de nada”. “Ela estava tão feliz porque o filho ia estudar, estava numa felicidade”, disse a mãe. O corpo de Paula Fernanda foi encontrado com marca de dois tiros e sinais de espancamento, na terça-feira (29), às margens do Córrego Metre D’Armas, na DF-330. Conforme relatou a mãe, a jovem foi sequestrada na segunda-feira (28), dentro de casa, em Planaltina. De acordo com a Polícia Civil, duas pessoas foram presas suspeitas do crime. Segundo a corporação, criminosos encapuzados teriam invadido a residência, agrediram os pais da jovem, que foram trancados no banheiro. Ao conseguirem sair de dentro do cômodo já não encontraram a filha. A jovem deixa um filho de 4 anos de idade e uma menina, de pouco mais de um ano de vida. Os dois filhos, segundo a família, são de um ex-namorado de Paula.